Voltar

Ciência, tecnologia e inovação: pacote completo de presente para Tangará da Serra nos seus 46 anos de emancipação

A união de instituições públicas e civis com o objetivo comum de desenvolvimento regional através da inovação

Publicado em 12/05/2022

O guarda-chuva da Secretaria de Estado de Ciências, Tecnologia e Inovação (Seciteci) se abriu para abrigar Tangará da Serra. O secretário de Estado Maurício Munhoz Ferraz atendeu a demanda apresentada pelo prefeito Vander Alberto Masson e pelo secretário Silvio Sommavilla e disponibilizou suas autarquias, fundações, programas e o Parque Tecnológico Mato Grosso para alavancar a inovação tecnológica no município, de forma que detecte potenciais, tendências e inovações nas áreas de serviços, indústria e comércio.

Vários presentes para a população na semana de comemoração dos 46 anos de Tangará. No Módulo Esportivo, desde o dia 10 até dia 13, o Parque Tecnológico presente no Empreende Tangará, com o MT CIÊNCIAS Circuito Itinerante, Planetário e Experimentação Científica.

No Centro Cultural, no dia 11, o seminário Tangará Inovação, que reuniu Rogério Nunes, coordenador e Patrícia Seixas, agente de inovação, ambos do Parque Tecnológico Mato Grosso. Patrícia Seixas apresentou a diferença entre criatividade e inovação e como transformar a boa ideia em negócio.

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat), participou com Anderson Froehlich, professor na Unemat e agente de inovação da Fapemat, que trouxe para os presentes a oportunidade de conhecerem o Programa Centelha, que dá bolsas para quem tem sua boa ideia aprovada.

Os parceiros do Conecta TGA se apresentaram, falaram do ecossistema inovador que se pretende construir em Tangará e da oportunidade de interessados em inovação participarem da palestra “O negócio por trás das startups”, com João Kepler, da Bossanova Investimentos, no dia 27, às 19 horas, no Centro Cultural. Também o Ideathon, maratona de ideias nos dias 28 e 29 de maio no Instituto Federal de Mato Grosso, Campus Avançado Tangará da Serra (IFMT). A Equipe Conecta TGA: Eloísa Garcia, estrategista de negócios, o investidor de startup Robson Magnani, Gustavo Teixeira, inovador, e os professores Anderson Froehlich e José Cardoso.

Além das entidades acima, também fazem parte do ecossistema de inovação que se pretende alavancar em Tangará da Serra a Escola Técnica de Educação Profissional e Tecnológica de Tangará da Serra (ETE Tangará da Serra), a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), o Instituto Federal de Mato Grosso, Campus Avançado Tangará da Serra (IFMT), a Associação Comercial e Empresarial de Tangará da Serra (Acits), entre outros.

A palestrante Gabriela Vieira apresentou um estudo de caso do Centro Biotecnológico da UISA, que tem na sua planta diversas inovações, entre elas de gestão, de processos, tecnológicas e socioambientais.

Regina Guanaes/ GPPM – Fotos Fernando Pinto/SICS