Voltar

Prefeito Vander acompanha ações do programa de regularização definitiva de imóveis do Morada do Sol

O prefeito municipal, Vander Masson, e a primeira-dama, Silvana Ló Masson, acompanharam na manhã desta sexta-feira, dia 25/02, os trabalhos de cadastramento de moradores do Residencial Morada do Sol, para regularização definitiva de imóveis. O programa é desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio do Instituto de Terras de MT (Intermat) e MT Par, Consórcio […]

Publicado em 25/02/2022

O prefeito municipal, Vander Masson, e a primeira-dama, Silvana Ló Masson, acompanharam na manhã desta sexta-feira, dia 25/02, os trabalhos de cadastramento de moradores do Residencial Morada do Sol, para regularização definitiva de imóveis. O programa é desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio do Instituto de Terras de MT (Intermat) e MT Par, Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Econômico, Social, Ambiental e Turístico do Alto do Rio Paraguai, em parceria com a Prefeitura Municipal de Tangará da Serra, através da Secretaria de Planejamento (Seplan).

“Uma ação muito importante do Governo do Estado, com apoio da Prefeitura Municipal, que tem como objetivo fazer a regularização fundiária de diversos imóveis de Tangará. Nesse momento são os imóveis do Morada do Sol, mas o programa é muito mais amplo e irá contemplar outros bairros da nossa cidade”, explicou o prefeito.

Para o cadastramento, a equipe de trabalho montou estrutura provisória na Igreja Sagrado Coração de Jesus, localizada no bairro Tarumã, onde as ações acontecem pela manhã, até às 12h, e à tarde, das 13h30 até as 17 horas. A partir da semana que vem a ação continuará em local a ser divulgado.

Relação de documentos para iniciar o processo:

– Para solteiros: Original da certidão de nascimento, RG e CPF;

– Para casados: Original da Certidão de Casamento, RG e CPF de ambos;

– Para divorciados: Certidão de Casamento com averbação de divórcio, RG e CPF apenas do requerente, e partilha de bens/formal (se houver);

– Para viúvos: Certidão de Casamento e Certidão de Óbito (do cônjuge falecido), RG e CPF do requerente, e partilha de bens/formal (se houver);

– União estável: escritura pública de cartório ou homologação dessa condição feita em juízo, certidão de nascimento, RG e CPF de ambos;

– Comprovante de endereço da casa a ser regularizada;

– Contrato de compra e venda casa ou algum outro documento do imóvel.

Dúvidas: (65) 9 9306-1014 ou pelo aplicativo eColetaSocialCidadão

Veja mais imagens: