Voltar

AMOR NÃO MACHUCA

Projeto Amor não Machuca, Grupo Reflexivo para Homens O Gabinete de Políticas Públicas para Mulheres (GPM) realizou encontro com a Rede de Proteção à Mulher para debater o projeto Amor não Machuca, na sala do GPM, na Prefeitura de Tangará da Serra, nos 04 de março, 15 e 17 de fevereiro de 2021. O projeto […]

Publicado em 26/05/2021

Amor não machuca

Projeto Amor não Machuca, Grupo Reflexivo para Homens

O Gabinete de Políticas Públicas para Mulheres (GPM) realizou encontro com a Rede de Proteção à Mulher para debater o projeto Amor não Machuca, na sala do GPM, na Prefeitura de Tangará da Serra, nos 04 de março, 15 e 17 de fevereiro de 2021.

O projeto Amor Não Machuca consiste na educação de homens violentos, através do estímulo ao autoconhecimento, transformação da autoimagem, desconstrução de relações violentas entre homens e mulheres, com caráter reflexivo e crítico, com objetivo de produzir mudanças subjetivas e culturais, combatendo assim a violência contra mulheres.

Esta educação acontecerá com a formação de grupos de reflexão, com no máximo 15 participantes, autores de violência doméstica, encaminhados por determinação judicial ou por procura espontânea. Serão 12 encontros, de duas horas cada, semanalmente, com dinâmicas em forma de palestras, dramatizações, oficinas, filmes, estudos. Os participantes contarão com atendimento psicossocial individualizado.

Segundo Silvana Ló Masson, primeira-dama e coordenadora do GPM, este projeto é uma oportunidade para construir em Tangará lares saudáveis. “Com o Amor não Machuca vamos dar oportunidade para o pai de família construir um ambiente familiar saudável, tratando desta doença social na causa. Com todo o apoio de técnicos da saúde e assistência social, e toda a Rede de Proteção, vamos dar a oportunidade a cada um de quebrar este círculo vicioso”, disse Silvana Masson.

O projeto Amor não Machuca é executado pela Rede de Proteção à Mulher, de Tangará da Serra, organizado pelo Gabinete de Políticas Públicas para Mulheres (GPM), da Prefeitura de Tangará da Serra, coordenado pela primeira-dama Silvana Ló Masson, diretamente ligado ao prefeito Vander Masson para a efetividade das políticas públicas para enfrentamento das violências contra as mulheres, adolescentes e meninas. A Rede de Proteção é formada pela Prefeitura de Tangará da Serra, Ministério Público, Poder Judiciário, Polícia Militar, Polícia Civil e Defensoria Pública do Estado do Mato Grosso.

O Projeto Amor não Machuca está aguardando condições de biossegurança em Tangará da Serra para iniciar os encontros dos Grupos Reflexivos para Homens.