Voltar

SECULTUR articula treinamentos para beneficiar comunidades indígenas de Tangará da Serra

A Prefeitura Municipal de Tangará da Serra, através da Secretaria de Cultura e Turismo (SECULTUR), segue trabalhando com o intuito de fortalecer as comunidades indígenas do Município. Paralelo ao “Projeto de Desenvolvimento do Etnoturismo na Terra Indígena Pareci”, que beneficiará 05 aldeias com a implementação das atividades de Turismo Cultural e Ecoturismo, foi firmada uma […]

Publicado em 29/11/2023

A Prefeitura Municipal de Tangará da Serra, através da Secretaria de Cultura e Turismo (SECULTUR), segue trabalhando com o intuito de fortalecer as comunidades indígenas do Município.

Paralelo ao “Projeto de Desenvolvimento do Etnoturismo na Terra Indígena Pareci”, que beneficiará 05 aldeias com a implementação das atividades de Turismo Cultural e Ecoturismo, foi firmada uma parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais de Tangará da Serra e com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (SENAR/MT), para a realização de treinamentos que proporcionem a segurança alimentar e gerem renda para as comunidades.

Neste ano de 2023 foram realizados dois treinamentos, sendo eles: Produção de Hortaliças Folhosas (Julho) e Cultivo de Mandioca (novembro). Para 2024 já estão programados outros três treinamentos: Reflorestamento para Recuperação de Área Degrada, Avicultura Básica e Panificação Artesanal.

Segundo o Secretário, Welington Machado Rondon, “uma das missões da SECULTUR é fomentar, cada vez mais, o Turismo nos territórios indígenas de Tangará da Serra, tendo em vista a grande vocação da região e o grande interesse por parte das lideranças. Agradecemos aos parceiros pela disposição em colaborar conosco”.

Wilson Pereira, Turismólogo da SECULTUR, explica que “a Secretaria identificou, nas Terras Indígenas, uma grande janela de oportunidades para a formatação de novos produtos e roteiros turísticos sustentáveis em nossa cidade, conciliando a preservação ambiental, o fortalecimento da cultura indígena, a inclusão social e a geração de empregos e renda”.

As Aldeias atendidas foram: Katyalarekwa, Serra Dourada, Oreke e Arara Azul, todas pertencentes a Terra Indígena Pareci.

Confira mais imagens abaixo: